fevereiro 08, 2013

Não era você




Aquele dia em que subi para o ônibus, era só mais um dia normal, uma segunda, talvez uma quinta, não lembro se fazia sol, lembro apenas que era de manha.
Sentei no mesmo banco de sempre, ao lado de uma pessoa que não conhecia, olhei para o lado esquerdo foi quando te vi.
Seus olhos me chamaram atenção, seu cabelo, sua voz. Peguei-me surpreendia, porque você era o ultimo tipo de cara por quem me interessaria.
Trocamos olhares e timidez, bastou isso para que meu coração parasse por um segundo.
Com tempo não te vi mais, estava quase te esquecendo, quando descobri que você estudava no mesmo bloco que o meu. Fiz tripas coração para descobrir seu nome, quando descobri não sabia o que fazer, tomei uma decisão, te passei meu telefone, e você?! Nada, não ligou, não deu toque, não teve interesse. E eu?! Eu pedi seu numero e te mandei mensagens criativas, coisas que uma pessoa normal não escreveria, minhas teorias e poemas quebrados, você me retornou, dizendo que estava curioso para saber quem eu era, quando descobriu sumiu, simplesmente desapareceu, não via mais nem sua sombra.
Fiz birra e chorei, e muito, mas depois de certo tempo me dei conta que não era para ser você a pessoa que eu esperava, não era você a pessoa que eu queria na minha vida, desde o inicio.
Postar um comentário