março 21, 2013

21 de março: Dia Mundial da Poesia


Dia Mundial da Poesia celebra-se a 21 de março, foi criado na XXX Conferência Geral da UNESCO em 16 de Novembro de 1999. O propósito deste dia é promover a leitura, escrita, publicação e ensino da poesia através do mundo.

Como vocês podem perceber ao decorrer dos meus posts, sempre posto um poema de algum autor brasileiro ou estrangeiro famoso ou não, sou apaixonada por poesia, particularmente aquelas mais singelas e simples, que com poucos versos te deixa em um estado diferente: feliz, sorrindo...aqueles que mexem na alma.
Pois agora quem tiver interesse e curte poesia, pode enviar no Email misturaesejoga@yahoo.com.br, poemas de autoria própria, que serão publicados um por semana, o objetivo é espalhar poesia e cultura por aí, mostrar que as pessoas ainda sentem este sentimento!

Não deixe de conferir o PORTAL DE LITERATURA, lá você encontrará muita informação sobre os autores, livros, etc...

QUANDO CHEGAR



"Quando chegar aos 30
serei uma mulher de verdade
nem Amélia num ninguém
um belo futuro pela frente
e um pouco mais de calma talvez

e quando chegar aos 50
serei livre, linda e forte
terei gente boa ao lado
saberei um pouco mais do amor
e da vida quem sabe

e quando chegar aos 90
já sem força, sem futuro, sem idade
vou fazer uma festa de prazer
convidar todos que amei
registrar tudo que sei
e morrer de saudade."
(Martha Medeiros)

A GAROTA MAIS BONITA QUE EU CONHEÇO



A garota mais bonita que eu conheço
não é nenhuma miss, nem engata tantos olhares quando passa por aí
A garota mais bonita que eu conheço
nem acha que é bonita. 
Acha graça e não acredita 
quando eu à digo assim
A garota mais bonita que eu conheço
não faz nada para parecer bonita
Não faz boa maquiagem, 
não usa jóias ou roupas da moda,
não vai pra academia nem tem belo manequim
A garota mais bonita que eu conheço simplesmente sorri, 
e, quando sorri, 
ela é a garota mais linda do mundo!
(Augusto Branco)

AUTOPSICOGRAFIA















O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que leem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração.
(Fernando Pessoa)

Esses são apenas alguns dos poemas e autores que eu gosto. Não deixem de enviar os poemas com todos os dados, quem sabe seu poema não aparece aqui?!

Beijos...

Postar um comentário